Final de ano e retrospectiva de 2015

Chega o final do ano e sempre vem à mente aquele “mini review” de tudo que aconteceu.
Não posso negar que os dois últimos anos foram bem diferentes dos anteriores, em grande parte, por minha iniciativa em mudar radicalmente o rumo da minha vida.

Fato que 2015 foi definitivamente melhor que 2014.
2014 foi aquele ano em que você resolve que era hora de mudar e vai lá e muda. E eu fiz isso. Não me arrependo mas que foi um ano complicado, com certeza foi.
2015 foi melhor. Bem melhor.

No aspecto profissional, tive um feedback bom do meu trabalho. Continuo amando o trabalho que faço e apesar da empresa não ser perfeita, ainda continuo gostando muito de trabalhar nela.
As responsabilidades aumentaram nesse ano e espero que continuem aumentando no ano que vem.
Nas duas últimas semana, como geralmente se faz, as equipes de desenvolvimento da firma “tiram o pé” para evitar dores de cabeça durante o recesso, então consegui a oportunidade de fazer uma avaliação 360 com os analistas que trabalham comigo na equipe. Para mim foi importante ouvir os aspectos ruins da forma como faço meu trabalho (os bons também, claro).
Apontar defeitos nos outros é algo relativamente fácil. Ouvir os seus defeitos e tentar corrigir depois é um pouco mais complexo. Até porque, nem sempre você entende que aquele ponto era um defeito.

Lembro que, por volta de, 2009/2010, a empresa organizou um evento e contratou outra empresa para fazer um trabalho de aperfeiçoamento entre equipes e fizemos um feedback (como tentei fazer semana passada na equipe) e um dos pontos que todos levantaram sobre mim era a de que eu reclamava demais. Levei aquilo comigo e tentei melhor. Sério.
No último feedback, pelo menos um dos que me avaliou em 2009/2010, falou que melhorei muito nesse ponto. (Já é um começo, vai…) :)

Sobre 2016? O que pretendo é continuar colocando minha casa e minha vida em ordem. Tentar voltar a estudar (Um MBA a caminho?). Resumindo: evoluir.

Anúncios