Um meio ou uma desculpa?

Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. Da mesma forma, se você quiser construir uma relação amiga com seus filhos, terá que se dedicar a isso,superar o cansaço, arrumar tempo para ficar com eles, deixar de lado o orgulho e o comodismo.
Se quiser um casamento gratificante, terá que investir tempo, energia e sentimentos nesse objetivo. O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem, mas para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados.
Não se compare à maioria, pois infelizmente ela não é modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estudar no horário em que os outros estão tomando chope com batatas fritas. Terá de planejar,enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina.
O mundo não está nem aí se você está cansado ou triste, ele não pára. E quem vive lamentado ou reclamando da vida nunca vai conseguir chegar a lugar nenhum.
A realização de um sonho depende de dedicação. Há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade à ilusão é combustível dos perdedores, pois…
Quem quer fazer alguma coisa, encontra um MEIO. Quem não quer fazer nada, encontra uma DESCULPA.

Autoria (não checada): Roberto Shinyashiki

Anúncios

Greve de passageiros no metrô do Rio no dia 30/11/09 – Convocação geral!

Indignada com os péssimos serviços prestados pelo metrô do Rio, a usuária Renata C. Mendonça convoca uma greve geral de passageiros para a próxima segunda-feira. Ela está usando a internet para fazer a convocação. Confira a íntegra da nota de Renata:

”Convoco toda a população a protestarmos de uma forma civilizada contra o péssimo serviço prestado pelo metrô. Sempre com atrasos, vagões sem ar condicionado, super lotação e até mesmo sem luz. Alguma coisa tem que ser feita, não adianta mais ficarmos apenas reclamando uns com os outros. Temos que agir.

No dia 30/11/09, faremos greve de passageiros. Ninguém fará uso do metrô, vamos dar um prejuízo de milhões e chamar a atenção de verdade das autoridades e responsáveis pelo caos. Já nos sacrificamos todos os dias utilizando este transporte. Então, mesmo que tenhamos que pegar mais condução ou demorarmos mais a chegar em nosso destino neste dia, precisamos nos mobilizar.

Avise aos amigos, colegas de trabalho, envie e-mails, mensagem de celular, espalhe cartazes para que o maior número de pessoas venhaa a aderir a esta mobilização. Juntos podemos mudar.

Proteste no dia 30/11 ou proteste do seu jeito, mas por favor, não se cale!

O Metrô chegou com status de transporte de primeiro mundo e hoje… bem hoje eu sugiro que você tome um trem do Metrô às 18h ou 18h30, sentido zona norte, para entender do que trata esta mensagem.

Não há controle sobre a lotação dos carros a não ser aquela velha lei que todos conhecemos sobre dois corpos não poderem ocupar o mesmo lugar no espaço ao mesmo tempo. Será?

Eu não pude fotografar porque estava sem bateria no celular, mas EU VI o guarda do metrô empurrando com força para comprimir a galera pra dentro do trem para que a porta fechasse. É isso mesmo, socando as pessoas dentro do trem. Quase não consigo sair do metrô neste dia e quando consegui, a bolsa ia ficando porque eu passei mas a bolsa foi absorvida pela massa reacomodada de corpos.

O que é isso gente? Raramente uso o Metrô, mas percebí que a coisa deu um salto pra pior. O Metrô aumentou o número de trens, todos novinhos, para o seu conforto…Mentira! Retiraram vários bancos, pois pessoas em pé ocupam menos espaço. Mais gente apinhada no trem, ganha-se mais dinheiro, ninguém reclama, socamos mais gente, ganhamos mais… e por aí vai até onde a gente permitir.

Por que as pessoas que estão ali todos os dias deixam isso acontecer? Ninguém fala nada além do ‘É assim mesmo’. Como assim, é assim mesmo !???

Ví pessoas rindo da cena triste do guardinha comprimindo os passageiros… Que povo é esse o nosso que não reclama, não protesta, não se mobiliza?

Peço desculpas se a minha mensagem incomoda, mas não consigo me calar diante do que vi e ainda agradeço o fato de não ter levado minhas filhas comigo neste “passeio”.

Renata C. Mendonça”

Psicóloga vs Cazuza

Recebi por e-mail e segundo o mesmo, uma psicóloga que assistiu ao filme sobre a vida de Cazuza, escreveu o seguinte texto:

‘Fui ver o filme Cazuza há alguns dias e me deparei com uma coisa estarrecedora.. As pessoas estão cultivando ídolos errados..
Como podemos cultivar um ídolo como Cazuza?
Concordo que suas letras são muito tocantes, mas reverenciar um marginal como ele, é, no mínimo, inadmissível.
Marginal, sim, pois Cazuza foi uma pessoa que viveu à margem da sociedade, pelo menos uma sociedade que tentamos construir (ao menos eu) com conceitos de certo e errado.
No filme, vi um rapaz mimado, filhinho de papai que nunca precisou trabalhar para conseguir nada, já tinha tudo nas mãos. A mãe vivia para satisfazer as suas vontades e loucuras. O pai preferiu se afastar das suas responsabilidades e deixou a vida correr solta..
São esses pais que devemos ter como exemplo?
Cazuza só começou a gravar porque o pai era diretor de uma grande gravadora..
Existem vários talentos que não são revelados por falta de oportunidade ou por não terem algum conhecido importante.
Cazuza era um traficante, como sua mãe revela no livro, admitiu que ele trouxe drogas da Inglaterra, um verdadeiro criminoso. Concordo com o juiz Siro Darlan quando ele diz que a única diferença entre Cazuza e Fernandinho Beira-Mar é que um nasceu na zona sul e outro não.
Fiquei horrorizada com o culto que fizeram a esse rapaz, principalmente por minha filha adolescente ter visto o filme. Precisei conversar muito para que ela não começasse a pensar que usar drogas, participar de bacanais, beber até cair e outras coisas, fossem certas, já que foi isso que o filme mostrou.
Por que não são feitos filmes de pessoas realmente importantes que tenham algo de bom para essa juventude já tão transviada? Será que ser correto não dá Ibope, não rende bilheteria?
Como ensina o comercial da Fiat, precisamos rever nossos conceitos, só assim teremos um mundo melhor.
Devo lembrar aos pais que a morte de Cazuza foi consequência da educação errônea a que foi submetido. Será que Cazuza teria morrido do mesmo jeito se tivesse tido pais que dissesem NÃO quando necessário?
Lembrem-se, dizer NÃO é a prova mais difícil de amor .
Não deixem seus filhos à revelia para que não precisem se arrepender mais tarde. A principal função dos pais é educar.. Não se preocupem em ser ‘amigo’ de seus filhos.
Eduque-os e mais tarde eles verão que você foi à pessoa que mais os amou e foi, é, e sempre será, o seu melhor amigo, pois amigo não diz SIM sempre.’

Climatizador é um grande engodo

Levando em conta o calor dos últimos dias e tendo em vista que o ventilador na sala não estava ajudando em nada, começamos a analisar duas possibilidades: um ar portátil ou um climatizador (que custaria cerca de 1/3 do valor de um ar). Lemos algumas matérias sobre o assunto e apesar de ter certeza que o climatizador não seria comparável ao ar, as promessas em todos os sites de lojas e fabricantes era a promessa de diminuir em até 8 graus no ambiente com o mesmo.
Resolvemos apostar no climatizador e ontem chegou um que compramos na Comprafacil.com.
Em menos de 24 horas tivemos a certeza que um climatizador e um ventilador são a mesma coisa, tirando o preço.
Sejamos claros e honestos, o aparelho emite íons (seja lá para que isso sirva no que diz respeito ao meu calor) e é um umidificador e realmente deixa o ambiente um pouco (muito pouco) menos quente e só isso.
Ele não faz milagres.

Dito isso, liguei para a loja e como temos 7 dias de arrependimento (adorei isso!), já estou escolhendo outro produto no site deles e vou mandar essa “joça” inútil de volta.
Ah! Fica aqui minha dica de loja. A Comprafacil.com tem preços competitivos e seus atendentes são super atenciosos. Ainda não tem o “poder de fogo” das entregas relâmpago do Submarino de 4 anos atrás, mas vale a pena.

BTW, o climatizador que comprei foi um Philco igualzinho a esse da foto…

Dia internacional do Homem

Estamos iniciando uma campanha para a instauração do Dia Internacional do Homem. Já existe o dia da mulher, dia do cachorro, dia do gay e até o dia do vizinho…!!!
Porque não o Dia Internacional do Homem???

Quem é obrigado a erguer os pés quando ela está fazendo faxina?
R – O prestativo homem!

Quem se veste como um pingüim no dia do matrimônio?
R – O humilde homem!

Quem é que apesar do cansaço e do stress jamais poderá fingir um orgasmo?
R – O sincero homem!

Quem é obrigado a sustentar a amante esbanjadora?
R – O abnegado homem!

Quem se expõe ao stress por chegar em casa e não encontrar a comida quentinha, as crianças com banho tomado, as roupas lavadas, a cozinha limpa, e o drinque já colocado sobre a mesa?
R – O doce homem!

Quem corre o risco de ser assaltado e morto na saída da boate, cada vez que participa dessas reuniões noturnas com os amigos, enquanto a mulher está bem segura em casa na sua cama quentinha?
R – O desprotegido homem!

Quem é o encarregado de matar as baratas da casa?
R – O valente homem!

Quem segura a “cauda do rojão”, quando chega em casa com marca de batom na camisa, e é obrigado a dar explicações que nunca são aceitas?
R – O incompreendido homem!

Quem é que toma banho e se veste em menos de vinte minutos?
R – O ágil homem!

Quem é que tem que gastar consideráveis somas em dinheiro comprando presentes para o dia das mães, da esposa, das secretárias e outras festas inventadas pelo homem para satisfazer à mulher?
R – O dadivoso homem!

Quem jamais conta uma mentira?
R – O ético homem!

Quem é obrigado a ver a mulher com os rolinhos nos cabelos e a cara cheia de cremes?
R – O compreensivo homem!

Quem tem que passar por uma TPM calado todo mês?
R – O calmo homem!

– A tortura de ter que usar terno no verão…
– O suplicio de fazer a barba todo dia…
E mais:
– O desespero de uma cueca apertada…
– Viver sob permanente risco de ter que entrar numa briga…
– Pilotar a churrasqueira nos fins de semana enquanto todos se divertem…
– Ter sempre que resolver os problemas do carro…
– Ter a obrigação de ser um atleta sexual…
– Ter que notar a roupa nova dela…
– Ter que notar que ela mudou de perfume…
– Ter que notar que ela trocou a tintura do cabelo de Imédia 713 para 731 louro bege salmon plus up light.
– Ter que notar que ela cortou o cabelo, mesmo que seja apenas um centímetro.
– Ter que jamais reparar que ela tem um pouco de celulite…
– Ter que jamais dizer que ela engordou, mesmo que isso seja a pura verdade…
– Ter que conversar sobre aplicações, debêntures, dólares, commodities, marcos, CDBs e RDBs mesmo que o seu salário mal dê para chegar ao final do mês…
– Trabalhar pra cacete em prol de uma família que reclama que você trabalha pra cacete…
– Depois elas ainda acham que é fácil, só por que nós não menstruamos…
Deus abençoe o santo homem…
Ajude-nos a divulgar essa mensagem para acabar com o sofrimento do pobre homem.

Três conselhos

Um casal de jovens recém-casados, era muito pobre e vivia de favores num sítio do interior. Um dia o marido fez a seguinte proposta para a esposa:

“Querida eu vou sair de casa, vou viajar para bem longe, arrumar um emprego e trabalhar até ter condições para voltar e dar-te uma vida mais digna e confortável. Não sei quanto tempo vou ficar longe, só peço uma coisa, que você me espere e enquanto eu estiver fora, seja FIEL a mim, pois eu serei fiel a você. “

Assim sendo, o jovem saiu. Andou muitos dias a pé, até que encontrou um fazendeiro que estava precisando de alguém para ajudá-lo em sua fazenda.
O jovem chegou e ofereceu-se para trabalhar, no que foi aceito. Pediu para fazer um pacto com o patrão, o que também foi aceito.
O pacto foi o seguinte:
“Me deixe trabalhar pelo tempo que eu quiser e quando eu achar que devo ir, o senhor me dispensa das minhas obrigações.
EU NÃO QUERO RECEBER O MEU SALÁRIO. Peço que o senhor o coloque na poupança até o dia em que eu for embora.
No dia em que eu sair o senhor me dá o dinheiro e eu sigo o meu caminho”.
Tudo combinado.

Aquele jovem trabalhou DURANTE VINTE ANOS, sem férias e sem descanso.
Depois de vinte anos chegou para o patrão e disse:
“Patrão, eu quero o meu dinheiro, pois estou voltando para a minha casa.”
O patrão então lhe respondeu:
“Tudo bem, afinal, fizemos um pacto e vou cumpri-lo, só que antes quero lhe fazer uma proposta, tudo bem?
Eu lhe dou o seu dinheiro e você vai embora, ou LHE DOU TRÊS CONSELHOS e não lhe dou o dinheiro e você vai embora.
Se eu lhe der o dinheiro eu não lhe dou os conselhos; se eu lhe der os conselhos, eu não lhe dou o dinheiro.
Vá para o seu quarto, pense e depois me dê a resposta. “
Ele pensou durante dois dias, procurou o patrão e disse-lhe: “QUERO OS TRÊS CONSELHOS.”
O patrão novamente frisou: “Se lhe der os conselhos, não lhe dou o dinheiro.”
E o empregado respondeu: “Quero os conselhos.”
O patrão então lhe falou:
1. NUNCA TOME ATALHOS EM SUA VIDA. Caminhos mais curtos e desconhecidos podem custar a sua vida.
2. NUNCA SEJA CURIOSO PARA AQUILO QUE É MAL, pois a curiosidade para o mal pode ser mortal.
3. NUNCA TOME DECISÕES EM MOMENTOS DE ÓDIO OU DE DOR, pois você pode se arrepender e ser tarde demais.

Após dar os conselhos, o patrão disse ao rapaz, que já não era tão jovem assim:
“AQUI VOCÊ TEM TRÊS PÃES, estes dois são para você comer durante a viagem e este terceiro é para comer com sua esposa quando chegar a sua casa.“

O homem então, seguiu seu caminho de volta, depois de vinte anos longe de casa e da esposa que ele tanto amava.
Após primeiro dia de viagem, encontrou um andarilho que o cumprimentou e lhe perguntou: “Pra onde você vai?“
Ele respondeu: “Vou para um lugar muito distante que fica a mais de vinte dias de caminhada por essa estrada.”
O andarilho disse-lhe então: “Rapaz, este caminho é muito longo, eu conheço um atalho que é dez, e você chega em poucos dias.“
O rapaz contente, começou a seguir pelo atalho, quando lembrou-se do primeiro conselho, então voltou e seguiu o caminho normal.
Dias depois soube que o atalho levava a uma emboscada.
Depois de alguns dias de viagem, cansado ao extremo, achou pensão à beira da estrada, onde pode hospedar-se.
Pagou a diária e após tomar um banho deitou-se para dormir.
De madrugada acordou assustado com um grito estarrecedor. Levantou-se de um salto só e dirigiu-se à porta para ir até o local do grito.
Quando estava abrindo a porta, lembrou-se do segundo conselho. Voltou, deitou-se e dormiu.
Ao amanhecer, após tomar café, o dono da hospedagem lhe perguntou se ele não havia escutado gritos durante a noite, e ele respondeu que sim.
O hospedeiro perguntou-lhe se não estava curioso a respeito, e ele respondeu que não.
O hospedeiro prosseguiu: “VOCÊ É O PRIMEIRO HÓSPEDE A SAIR DAQUI VIVO, pois meu filho tem crises de loucura, grita durante a noite… e quando
o hóspede sai, mata-o e enterra-o no quintal.”
O rapaz prosseguiu na sua longa jornada, ansioso por chegar a sua casa.
Depois de muitos dias e noites de caminhada… Já ao entardecer, viu entre as árvores a fumaça de sua casinha, andou e logo viu entre os arbustos a silhueta de sua esposa.
Estava anoitecendo, mas ele pode ver que ela não estava só.
Andou mais um pouco e viu que ela tinha entre as pernas, um homem a quem estava acariciando os cabelos.
Quando viu aquela cena, seu coração se encheu de ódio e amargura e decidiu-se a correr de encontro aos dois e a matá-los sem piedade.
Respirou fundo, apressou os passos, quando lembrou-se do terceiro conselho.
Então parou, refletiu e decidiu dormir aquela noite ali mesmo e no dia seguinte tomar uma decisão.
Ao amanhecer, já com a cabeça fria, ele pensou: ”NÃO VOU MATAR MINHA ESPOSA E NEM O SEU AMANTE.
Vou voltar para o meu patrão e pedir que ele me aceite de volta.
Só que antes, quero dizer a minha esposa que eu sempre FUI FIEL A ELA”.
Dirigiu-se à porta da casa e bateu.
Quando a esposa abre a porta e o reconhece, se atira em seu pescoço e o abraça afetuosamente.
Ele tenta afastá-la, mas não consegue. Então, com lágrimas nos olhos lhe diz: “Eu fui fiel a você e você me traiu…”
Ela espantada lhe responde: “Como? Eu nunca lhe trai, esperei durante esses vintes anos!”
Ele então lhe perguntou: “E aquele homem que você estava acariciando ontem ao entardecer?”
“AQUELE HOMEM É NOSSO FILHO. Quando você foi embora, descobri que estava grávida. Hoje ele está com vinte anos de idade.“
Então o marido entrou, conheceu, abraçou o filho e contou-lhes toda a sua história, enquanto a esposa preparava o café.
Sentaram-se para tomar café e comer juntos o último pão.
APÓS A ORAÇÃO DE AGRADECIMENTO, COM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO, ele parte o pão e, ao abrí-lo, encontra todo o seu dinheiro, o pagamento por seus vinte anos de dedicação!

Muitas vezes achamos que o atalho “queima etapas” e nos faz chegar mais rápido, o que nem sempre é verdade…
Muitas vezes somos curiosos, queremos saber de coisas que nem ao menos nos dizem respeito e que nada de bom nos acrescentará…
Outras vezes, agimos por impulso, na hora da raiva, e fatalmente nos arrependemos depois…
Espero que você, assim como eu, não se esqueça desses três conselhos e que, principalmente, não se esqueça de CONFIAR em DEUS… (mesmo que a vida, muitas vezes já tenha te dado motivos para a desconfiança).

E na delegacia da mulher…

Se havia algo que deixava o delegado Carlos Henrique Consternado, era choro de mulher. Ainda mais quando ela tinha 30 anos, era bonita e sensual…
– Mas o que foi que aconteceu, meu anjo? Conta para mim.
Maristela – Era esse o nome da vítima – Fez beicinho:
– Ele me bateu.
DR. Carlos Henrique trincou os dentes:
– Ele, quem?
– O Jorjão.
Sentiu o peito arfar:
– E quem é esse Jorjão?
– É, bem, como eu posso dizer? Ah, deixa pra lá, doutor. Acho melhor não registrar nada.
DR. Carlos Henrique pousou a mão naquele ombro macio, carnudo:
– Posso lhe dizer uma coisa?
Maristela ficou em silêncio. O delegado insistiu:
– Com toda a experiência?
Ela balançou a cabeça, afirmativamente:
– Pode.
– Se você não denunciar esse patife, ele vai de bater de novo.
Abriu o olho roxo:
– O senhor acha?
– Tenho certeza, meu doce – alisou o hematoma.
– Aliás, vou expedir uma guia para o Instituto Médico-Legal fazer o Exame de Corpo de Delito. Está horrível.
Apesar dos pesares, ela sorriu:
– O senhor ainda não viu nada.
– Ele fez pior ainda?
Maristela pôs a mão na coxa:
– Me deu um chute aqui.
– Ficou a marca?
– Uma mancha enorme.
– Entre aqui no meu gabinete, que eu quero ver.
– Então, feche a porta, doutor.
DR. Carlos Henrique deu três voltas com a chave e mais quatro com o ferrolho. Tapou o buraco da fechadura com uma fita adesiva:
– Assim está bom?
– Ótimo. Agora, ligue o ar e prepare uma bebida para nós dois.
– Vinho?
Maristela mordeu o lábio ferido e exigiu:
– Se tiver uísque, eu prefiro.
– Tenho sempre um litro guardado para essas emergências, meu anjo. Puro ou com gelo?
– Puro.
O delegado serviu duas doses. Maristela pegou a sua e bebeu tudo em apenas três goles. Estalou os beiços:
– Vou tirar a roupa.
– Mostra tudo, meu doce… Quero ver todos os hematomas.
– Apara aquela luz ali. Deixa só a do corredor.
DR. Carlos Henrique estava arrepiado:
– Isto aqui tá parecendo estúdio da Playboy. Tira tudo meu anjo, Tira.
– Tô tirando. Pronto.
O delegado, nervoso:
– Preciso acender a luz. Quero ver de perto para poder descrever nos autos. Êpaa!!!
– O que foi doutor?
– Você é homem, cara!
– É com isso que o Jorjão não se conforma…