Esgotamento de IPs está próximo?

O site IPv6.br explica o esgotamento dos números IP e traz informações úteis sobre a nova geração do Protocolo Internet.
A atual versão do protocolo IP (IPv4) não comporta o crescimento futuro da Internet, fato já previsto desde o início da década de 1990.
Diversas soluções paliativas foram usadas para adiar o esgotamento do IPv4 enquanto se trabalhava no total amadurecimento do IPv6, como o NAT (Network Address Translation). Mas, agora, a disseminação da nova versão do protocolo é inadiável.
Prevê-se para 2011 o esgotamento dos endereços IPv4 na entidade central que os administra, a IANA (Internet Assigned Numbers Authority).

Dentre as mudanças trazidas pelo IPv6, pode-se citar:

  • 128 bits de endereçamento: é a principal mudança, que permite 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços diferentes. Isso é 79 trilhões de trilhões de vezes mais que no IPv4.
  • O tamanho mínimo de um segmento de rede é fixo e igual a um /64: isso significa que metade dos 128 bits são usadas para indicar a qual rede um computador pertence, e os 64 bits restantes identificam o computador dentro da rede. Então “apenas” 18.446.744.073.709.551.616 redes (/64) são realmente possíveis…
  • O cabeçalho foi simplificado: alguns campos que não eram realmente úteis no IPv4 foram retirados, e outros mudaram de nome. Acrescentou-se apenas um campo novo.
  • O protocolo agora é extensível: cabeçalhos de extensão podem ser usados para adicionar funcionalidades ao protocolo. Isso serve, por exemplo, para implementar o IPSEC.

O Linux já suporta o IPv6 há bastante tempo. Mas é importante que os técnicos, administradores de rede, engenheiros, programadores etc aprendam agora como funciona, como configurar e utilizar o novo protocolo.
O Centro de Estudos em Tecnologias de Redes e Operações (CEPTRO.br) do NIC.br lançou recentemente o site IPv6.br, destinado a esclarecer as características da tecnologia. O site tem caráter colaborativo, portanto também aceita contribuições da comunidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s