Cada um com suas prioridades…

Imagem

Anúncios

Enquanto isso no posto…

Enquanto lanchava no Bob´s do posto Forza, me deparei com duas cenas… De um lado, esse Chevette transformers (com para-choque invertido de Peugeot 206) e do outro lado… Um grupo de operários dançando muito esquisito… :)

O Chevecttra…
Isto é Brasil!

Cirandinha…

Entregas…

Que porteiro tem mania de ler revistas e jornais dos moradores de prédio não é novidade para ninguém, agora me entregar a revista do jeito que ela veio hoje… Ahhhhh ai é foda!
Peguei uma revista que assino, hoje, na portaria com a capa totalmente arrasada… Vá lá que houve um erro grotesco da empresa de distribuição que enviou a revista sem o saco plástico habitual, mas isso basta para que o pessoal faça a festa. O mais complicado (no meu caso) é que são vários porteiros em turnos diferentes, logo, quem fez? Ninguém sabe, ninguém viu… Sinceramente, não é do meu feitio reclamar nem do porteiro tão pouco dos faxineiros, porém dessa vez foi foda… Tive que reclamar.
Óbvio que antes liguei para a editora e confirmei a data de entrega, que confirmou minha suspeita: A revista saiu para entrega semana passada…
Vamos combinar? Quer ler minhas revistas: tuuudo bem! Desde que elas venham novas do jeito que chegaram!
:|

Break

Após quase duas semanas de “férias” (saída da Estácio e recesso de final de ano da Globo) e mais duas semanas trabalhando somente na Globo, começo a sentir algo estranho: Estou me sentindo meio vagabundo…
Explico: Durante boa parte do ano passado trabalhei em dois lugares que somados representavam praticamente 17 horas por dia (nos últimos dois meses eram 18 horas por dia)… Como agora estou trabalhando em média 8/9 horas por dia é como se tivesse “sobrado” tempo no meu dia e nessas duas primeiras semanas do ano optei por não fazer nada além da Globo (entre os projetos estão o retorno a faculdade e fazer academia) e com isso estou me sentindo um vagabundo!!!
Acho que isso deve ser normal, sei lá, afinal eu estava trabalhando além do que geralmente se trabalha…
Vamos ver como fica isso até o final do mês… :)
O bom de tudo isso foi voltar a ficar mais tempo com meu filho e meu amor… Tenho tentado colocar ele de volta no eixo, principalmente no quesito comida… Não que Soraya tenha deixado isso de lado, mas ela não consegue chegar a tempo de dar janta para ele e eu fazia isso quando estava trabalhando somente na Globo (período pré-Estácio) e quando comecei a trabalhar em dois a coisa ficou meio de lado, já que era minha sogra que ficava com ele quando saia creche até a chegada da Soraya e ela não faz janta nem nada… Então Matheus ficava a base de biscoitos e nescau e isso esta muito longe do ideal. Além disso ele teve várias fases, em parte culpa da minha distãncia forçada, que fez com ficasse mais arredio, irritado…
O que importa no final é que as coisas tem voltado para o eixo. E isso é bom.