Se o amanhã não vier

Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu veria você dormir eu aconchegaria você mais apertado e rogaria ao Senhor que protegesse você.
Se eu soubesse que essa seria a última vez que veria você sair pela porta, eu abraçaria, beijaria você e chamaria de volta, pra abraçar e beijar uma vez mais.
Se eu soubesse que essa seria a última vez que ouviria sua voz, eu filmaria cada gesto, cada palavra sua, para que pudesse ver e ouvir de novo, dia após dia.
Se eu soubesse que essa seria a última vez, eu gastaria um minuto extra ou dois, para parar e dizer “Eu te amo”, ao invés de assumir que você já sabe disso.
Se eu soubesse que essa seria a última vez que eu estaria ao seu lado, partilhando do seu dia, eu não pensaria: “Bem, tenho certeza que outras oportunidades virão, então eu posso deixar passar esse dia”.
A gente sempre acredita que haverá um amanhã para se fazer uma revisão, correção de rumos ou dizer um para o outro: “Eu te amo”.
O dia de amanhã não está prometido para ninguém, jovem ou velho…
Hoje pode ser sua última chance de segurar bem apertado a mão da pessoa que você ama.
Se você está esperando pelo amanhã, porque não fazer hoje?
Porque se o amanhã não vier, você com certeza se arrependerá pelo resto de sua vida de não ter gasto aquele tempo extra num sorriso, num abraço, num beijo, porque você estava “muito ocupado” para dar para aquela pessoa, aquilo que acabou sendo o último desejo dela.
Então, abrace seu amado, a sua amada hoje. Bem apertado. Sussurre nos seus ouvidos, dizendo o quanto o ama e o quanto o quer junto de você.
Gaste um tempo para dizer: me desculpe, por favor, me perdoe, obrigado, ou ainda, não foi nada, está tudo bem.
Porque se o amanhã jamais chegar, você não terá que se arrepender pelo dia de hoje, pois o passado não volta e o futuro talvez não chegue.

Assinado: Fábio, marido de uma das aeromoças vítimas do acidente aéreo.
Texto publicado no mural da empresa um dia após a queda da aeronave.

Anúncios

Notícias que valem a pena: Brasileiros trapalhões param de remar e perdem a prata

Allan Bittencourt e Anderson Nocetti perderam na terça-feira a medalha de prata da prova dois-sem do remo em um momento pastelão.

O locutor da Lagoa Rodrigo de Freitas anunciou, no meio da prova, que a dupla tinha conquistado a prata. Bittencout e Nocetti pararam de remar e acabaram perdendo o segundo lugar para os americanos Daniel Beery e Patrick O’Dunne. Ficaram apenas com o bronze.

“A gente se atrapalhou com a locução, achamos que já tínhamos passado”, disse Bittencourt em registro feito pelo jornal Destak. “Mas a culpa não é dele. A obrigação é nossa de ficar atento na água.”

Leia aqui

Nickelback – Far Away

This time, This place
Esta vez, este lugar
Misused, Mistakes
Maltratado, erros
Too long, Too late
Tempo demais, tão tarde
Who was I to make you wait
Quem era eu para te fazer esperar?
Just one chance
Apenas uma chance
Just one breath
Apenas uma respiração
Just in case there’s just one left
Caso reste apenas um
Cause you know,
Porque você sabe,
you know, you know
Você sabe, você sabe

That I love you
Que eu te amo
That I have loved you all along
Eu te amei o tempo todo
And I miss you
E eu sinto sua falta
Been far away for far too long
Estive longe por muito tempo
I keep dreaming you’ll be with me
Eu fico sonhando que você estará comigo
and you’ll never go
E você nunca irá
Stop breathing if
Pararei de respirar se
I don’t see you anymore
Eu não a vir mais

On my knees, I’ll ask
De joelhos, eu pedirei
Last chance for one last dance
Última chance para uma última dança
Cause with you, I’d withstand
Porque com você, eu confrontaria
All of hell to hold your hand
Todo o inferno para segurar sua mão
I’d give it all
Eu daria tudo
I’d give for us
Eu daria por nós
Give anything but I won’t give up
Dou qualquer coisa, mas eu não desistirei
‘Cause you know,
Porque você sabe
you know, you know
você sabe, você sabe

That I love you
Que eu te amo
That I have loved you all along
Eu te amei o tempo todo
And I miss you
E eu sinto sua falta
Been far away for far too long
Estive longe por muito tempo
I keep dreaming you’ll be with me
Eu fico sonhando que você estará comigo
and you’ll never go
E você nunca irá
Stop breathing if
Parar de respirar se
I don’t see you anymore
Eu não a vir mais

So far away
Tão longe
Been far away for far too long
Estive longe por muito tempo
So far away
Tão longe
Been far away for far too long
Estive longe por muito tempo
But you know, you know, you know
Mas você sabe, você sabe, você sabe

I wanted
Eu queria
I wanted you to stay
Eu queria que você ficasse
Cause I needed
Porque eu precisava
I need to hear you say
Eu preciso ouvir você dizer
That I love you
Que “eu te amo
That I have loved you all along
Eu te amei o tempo todo
And I forgive you
E eu te perdôo
For being away for far too long
Por estar longe por tanto tempo
So keep breathing
Então continue respirando
Cause I’m not leaving you anymore
Porque eu não irei embora
Believe it Hold on to me and, never let me go
Segure-se em mim e Nunca me solte”
Keep breathing
continue respirando
Cause I’m not leaving you anymore
Porque eu não irei embora
Believe it Hold on to me and, never let me go
Segure-se em mim e Nunca me solte
Keep breathing Hold on to me and, never let me go
Continue respirando segure-se em mim e Nunca me solte
Keep breathing Hold on to me and, never let me go
Continue respirando segure-se em mim e Nunca me solte

——————–
Saudades do meu bebê que amo muitão!!

Jota Quest – O Sol

Ei dor…eu não te escuto mais,
Você, não me leva a nada.
Ei medo…eu não te escuto mais,
Você, não me leva a nada.
E se quiser saber pra onde eu vou,
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou,
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou

Ei dor…eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei medo…eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá vou
É pra lá que eu vou

Yeah
Caminho do sol baby
Lalalalala
Caminho do sol baby

E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou
E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol, é pra lá que eu vou
É pra lá que eu vou

Lalalalalalala
É pra lá que eu vou
Lalaralara
Onde tenha sol, é pra lá que eu vou

—–
E meu sol é você, bebê. Te amoooo muitão!!

Tempo

Fala a verdade, o tempo passa rápido demais!
Ainda agora estava olhando uma foto, no meu álbum do orkut em que apareço na festa do Matheus com dois amigos de longa data, Fabricio e Francisco. Parei para reparar que os três agora estão com aliança na mão esquerda…
Cara, conheci os dois na UERJ quando estudávamos lá. Lembro que iamos para o bar em frente à UERJ tomar cerveja e hoje os três estão casados! hehehehhee
E com filhos! (Com exceção do Fabricio…)
Isso me faz pensar em como o tempo passar rápido demais!!! E se eu não me segurar no bonde do tempo, já já o Matheus estará me pedindo o carro emprestado!!
hehehehhehe