Cinto. Usar ou não?

É óbvio que depois do que aconteceu ao menino João Hélio todo e qualquer pai e/ou mãe que tenham um pouco mais de juízo param e pensam: Com toda essa violência, vou continuar usando cadeirinha / cinto de segurança com meu filho?
A resposta é simples: Sim, afinal a probabilidade de ocorrer um acidente é muito maior do que ocorrer um assalto de tamanha violência. Se eu parar para pensar, nos últimos 6 meses me envolvi em dois incidentes e nenhum (graças a Deus) assalto, sendo que em um deles, precisei pisar fundo no freio para não bater mais forte e estava sozinho, por que se estivesse com o Matheus e eles estivesse solto no carro, teria passado do banco traseiro para a frente e talvez até passado pelo parabrisa. Qualquer pessoa que estudou o mínimo de física sabe que um corpo que está em movimento e é submetido a uma desaceleração, ganha um peso extra (Que dependendo da velocidade pode transformar uma câmera fotográfica em um elefante!, imaginem uma criança pesando 10Kg voando para a frente do carro… Não quero nem pensar. Bom, voltando a situação. Espero realmente que os pais não comecem a ter a idéia errada de que sem cinto ou cadeirinha, seus pimpolhos estarão mais seguros… No meu caso, Soraya passou a andar no banco traseiro junto a cadeirinha do Matheus, espero realmente nunca ter que passar por alguma situação de risco com eles dentro do carro, mas é melhor previnir do que remediar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s