New desktop

Enquanto o Windows Vista não fica estável e com menos bugs… Vai o XP mesmo com carinha de Vista… :)

Anúncios

Hein!?

Conversa que tive ainda agora com a balconista dos Correios:
– Por favor, com AR (Aviso de recebimento), ok?
– Vai ser carta registrada?
– Por que? Posso colocar carta normal com AR?
– Não, somente registrada…
– Ahhhhh…

Pra que tentar me dar opção? Por um segundo, olhei para ela e tentei imaginar uma resposta…

E vida que segue… :)

Madruga…

05:20.
Faltam 40 minutos para o término do primeiro plantão na madrugada. Foi relativamente calmo e se for assim em todos os outros, já vi que realmente vou ficar na madruga para descansar =)

Ps: Não pensem que quero ficar com esse horário não.. tô fora =P

It´s over!

Chegaaaaa!
Parei hoje com o antibiótico e hoje mesmo curti um loura gelada =)
Foram 14 dias tenebrosos hein!! Não que eu seja alcóolatra ou algo do tipo… longe de mim!! Porém, vehamos e convenhamos: É uma meleca, esse solzão, esse calor infernal, você ir à praia e ter que curtir coca-cola (não que coca seja ruim…) e água… Fala sério!!
=)

Ahhhh, voltando ao assunto do remédio, agora que acabou e realmente a minha tosse terminou, vou procurar um pneumologista e verificar se essa sinusite é crônica ou aguda e se estou curado da pneumonia (se ela existiiu…).

Madruga e afins…

A partir de amanhã vou ficar um mês no turno da madrugada (acho que já tinha postado algo sobre o assunto). Se por um lado é horrível, por que troca tudo, afinal tenho que dormir em outro horário, dirigir em um horário mais tenebroso (para ir para Barra…) etc. por outro vou poder dar uma relaxada dos últimos dias estressantes devido ao começo do BBB. Embora eu não reclame de trabalhar com o ambiente tenso e cheio de problemas pipocando (na verdade sempre gostei de trabalhar em ambientes assim, pois me mantém concentrado e totalmente focado nos problemas).
A grande verdade é que trabalhar em equipe é sempre uma coisa estressante não pelo trabalho em si, mas por que seu trabalho pode ser mais ou menos reconhecido devido a quantidade de erros e/ou vacilos alheios. Quando olha-se uma equipe, poucos são os chefes e superiores que tentam enxergar o individual e na maioria enxergam somente o coletivo, se alguém vacila a equipe toda ouve, porém em poucos casos o inverso conta, ou seja, se alguém dá uma bola muito boa dentro, alguém elogia. Se por um lado, é ruim elogios em excesso, é péssimo não reconhecer em nenhum momento um bom trabalho. Acredito que todo bom chefe saiba tem o dever se saber dosar bem isso, nem muito, nem pouco. Já tive chefes que souberam dosar bem, que nem souberam o que era um elogio e eu mesmo (na epoca em que coordenava a equipe de operação do iBest) tive minha fase de não me importar com o individual. Meu último chefe, na antiga empresa, era do tipo que muito poucas vezes elogiava meu trabalho e somente no final (quando eu já tinha pedido minha demissão), foi capaz de me dizer que eu tinha atingido todos os objetivos propostos com louvor. Issó, é óbvio, meu deixou contente, porém por que somente no final ouvir algo desse tipo? Não ter seu trabalho reconhecido desestimula qualquer pessoa e hoje enxergo bem isso. Aliás, hoje em meu trabalho atual, tento parar e analisar o que meu coordenador faz de bom e de ruim e tento imaginar se me coloquei em situações parecidas e isso é interessante para empregos futuros. Ainda na semana que passou, fiquei surpreso ao ouvir uma frase do meu coordenador, que eu SEMPRE falava… em todas as reuniões com a operação do iBest: “Prefiro que vocês me liguem a hora que for, do que no dia seguinte ter que ouvir esporro de um chefe, por conta de um problema que não foi resolvido ou mal resolvido…”
Acho que alguma coisa eu tenho em comum com meu chefe atual…
=)