Depois da porrada…. hora do reparo:

O Golzinho já foi reparado, falta mandar pintar, porém não posso fazer isso por que talvez a seguradora resolva fazer uma vistoria no meu carro para liberar o reparo do outro. Olhando ele assim, até parece que praticamente nada ocorreu com ele, esqueci de tirar uma foto antes do reparo, de qualquer forma, realmente não aconteceu nada a esse carro comparado ao outro… :)
Thank God!

Q M!

Bom, temos uma “boa notícia” hoje voltando do trabalho, porrei o carro na traseira de outro. É uma M%&*rda! Meu prejuízo nem se compara ao do cara, que vinha a uma certa velocidade e resolveu, no meio da Dom Helder Câmara, reduzir drasticamente para fazer bandalha, Eu que vinha atrás a uma boa velocidade (já que passava de 01:00) freei e só esperei bater, acho que carreguei o cara por uns metros ai, ninguém se machoucou graças a Deus, porém a traseira do monza do cara acabou. Bom, o cara (PM) vai fazer a festa com meu seguro, já eu terei que morrer com o meu prejuízo, já que se acionar o seguro para mim, terei que pagar uns R$ 2.000,00 senão me engano e o meu prejuízo não chegou nem perto disso. É uma droga quando isso acontece sabe, já dirijo há algum tempinho, sei que não sou o mais Phodão, porém até hoje já havia batido duas vezes somente e nas duas a culpa não tinha sido minha… Nessa posso falar que tive culpa, pois mesmo o cara querendo fazer bandalha, sou obrigado a manter uma distância segura, mais segura ainda em dias como hoje, onde a chuva fininha que caia deixa a pista um sabão.

Orgias perdulárias no Palácio do barbudinho

Aí está, o destino do nosso dinheiro…

A horda palaciana perdeu, definitivamente, o bom senso. Em um país onde milhares morrem de fome o processo de licitação número 00140.000226/2003-67, que recheou as despensas do gabinete presidencial, é muito mais do que uma afronta. Da lista de 149 itens constam 7.036 Kg de açúcar, 2.650 Kg de arroz, 400 latas de azeitona, 14.620 pacotes de biscoito, 600 Kg de bombom, 800 latas de castanha de caju, 900 caixas de chá, 6.000 barras de chocolate, 1.080 caixas de gelatina, 900 latas de leite condensado, 1.350 latas de leite em pó, 1.900 vidros de pimenta, 2.550 rolos de papel alumínio, 405 vidros de vinagre e 460 pacotes de sal grosso. Apenas um detalhe para que não se compreenda mal: tudo deverá ser consumido nos últimos quatro meses do ano. Para os amantes dos números…. Como o período de consumo é de 120 dias, Lula e seus asseclas deverão consumir as seguintes porções diárias: 58 Kg de açúcar, 22 Kg de arroz, 13 latas de azeite, 120 pacotes de biscoito, 50 barras de chocolate, 11 latas de leite desnatado, 15 vidros de pimenta, entre outros.

Se quiser baixar o video e enviar para seu amigos ou inimigos, clique aqui: ORGIAS PERDULÁRIAS NO PALÁCIO DO REIZINHO BARBUDO
DEBAIXO DO TAPETE
Como a repercussão em relação às compras presidenciais foi altamente negativa, o Palácio do Planalto optou por mais uma atitude ditatorial. Retirou do site oficial do governo o processo de licitação número 00140.000226/2003-67, publicado na edição número 463 da coluna, que trazia alguns itens estapafúrdios como 7.036 Kg de açúcar, 14.620 pacotes de açúcar, 600 Kg de bombom e 6.000 barras de chocolate, entre outros. O governo Lula insiste em caminhar na contra-mão da lógica. Um dia esconde o que faz, no outro camufla o que compra.

GELO E LIMÃO
Definitivamente o Palácio do Planalto vive uma constante festa. O processo de licitação número 00140.000217/2003-36 vai rechear a despensa do gabinete presidencial com bebidas. Da módica lista constam 129 mil litros de água mineral, 2 mil latas de cerveja, 35 mil latas de refrigerantes, 1344 garrafas de sucos naturais, 610 garrafas de vinho e 50 garrafas de licor. E no sertão ainda tem gente que morre de sede. E assim se instala o SEDE ZERO, como muito luxo e mordomias.

SEDE NO DESERTO
O processo de licitação número 00140.000228/2003-56 vai matar a sede de muita gente no Palácio do Planalto. Da compra constam 495 litros de suco de uva, 390 litros de suco de acerola, 390 litros de suco de maracujá, 390 litros de suco de laranja, 390 litros de suco de tangerina e 390 litros de suco de manga. Como cada litro proporciona 35 copos de suco, os asseclas palacianos vão se afogar em 99.225 copos de sucos variados. E no Brasil ainda tem gente que morre de sede! Mas o Governo LULA, definitivamente, inaugura o SEDE ZERO PALACIANO.

GOLINHO
Mais uma compra da turma do Planalto. O contrato de licitação número 00140.000231/2003-70 vai entupir o gabinete presidencial com café. Serão adquiridos 2.250 Kg de café em pó. Como cada cafezinho consome 7 gramas de pó de café, os asseclas palacianos vão consumir 321.750 cafezinhos. Para quem gosta de números, serão 64.350 cafezinhos por mês ou 2.145 por dia. E o trabalhador pensa duas vezes para tomar um pingado! Acho que vão ter azia.!

GULOSO
Enquanto o dono do poder luta contra a balança, o gabinete presidencial decidiu rechear a despensa palaciana. O contrato de licitação número 00140.000126/2003-31 vai adquirir alguns itens de nababos, como 1.080 Kg de alho poro, 3.560 Kg de batata, 2.324 Kg de cebola, 2.100 dúzias de ovos, 2.400 abacaxis, 1.540 Kg de babana, 1.000 Kg de caqui e 1.640 Kg de ameixa. E o Fome Zero…No Palácio do Barbudo, certamente esta garantido!..

GÁS
Mais uma compra estratosférica do gabinete presidencial. O processo de licitação número 00140.000227/2003-10 vai adquirir gás liquefeito de petróleo nas modalidades a seguir: 10 botijões de 2 Kg, 170 botijões de 13 Kg, 20 cilindros de 45 Kg e 45 mil Kg a granel, ou seja, um total de 48.130 Kg de gás para serem consumidos durante os últimos cinco meses do ano. Para quem gosta de números, o total representa 3.072 botijões de 13 kgs, o que dá uma média de consumo de 740 botijões por mês ou 24 botijões por dia. Se não for para esquentar, algo está para explodir!

BARRACA DE CAMELÔ
Em mais um disparate consumista do gabinete presidencial, a horda palaciana exagerou na dose. O contrato de licitação número 00140.000345/2003-10 vai rechear o gabinete com produtos de informática. Constam da lista mil cds para gravação, com as respectivas caixas, e 20 mil disquetes. Se não for uma gravadora clandestina, certamente vão piratear o Brasil.

COISAS INEXPLICÁVEIS
Em mais uma barbárie consumista, o gabinete presidencial acabou extrapolando. O processo de licitação 00140.000143/2003-78 vai legalizar uma inexplicável lista de compras: 450 taças para vinho, 150 taças para champanhe, 360 copos de cristal, 800 pratos, 300 colchas, 330 lençóis, 300 fronhas, 50 travesseiros, 66 cobertores, 15 roupões, 20 jogos de toalhas, 20 toalhas de banho e 120 colchões.

TINTURARIA
Mais uma contratação esdrúxula da turma do Planalto. O contrato de licitação número 00140.000243/2003-02 vai contratar serviços de lavanderia para o gabinete presidencial que, com certeza, deixariam qualquer tintureiro sorridente. Entre as 54 toneladas de roupas a serem lavadas, alguns itens chamam atenção pelas quantidades. São 4,2 toneladas de túnicas, 3,9 toneladas de calças, 21 toneladas de colchas de chenile, 3,7 toneladas de fronha e 12,3 toneladas de lençóis. Lava roupa todo dia, que alegria…

MUDANÇA
Dando prosseguimento à nova decoração palaciana, o gabinete presidencial decidiu abusar das compras. O processo de licitação número 00140.000282/2003-00 vai permitir que a Presidência da República adquira os seguintes eletrodomésticos: 2 fogões, 2 cafeteiras, 4 fornos microondas, 4 geladeiras, 8 ventiladores, 6 aparelhos de ar condicionado, 2 bebedouros, 7 televisores, 2 aparelhos de cd, 3 liquidificadores, 1 sanduicheira e 1 frigobar. É melhor não falar nada!

GAIOLA DAS LOUCAS
Nas estripulias consumistas dos asseclas palacianos, uma chama a atenção por ser ecologicamente incorreta. O contrato de licitação número 00140.000357/2003-44 irá contratar serviços de uma empresa para construir um aviário no Palácio da Alvorada, com produtos de primeiríssima linha. Um governo cujos integrantes sempre pregaram a liberdade, não pode querer aprisionar aves. Enquanto isso, muitos brasileiros dormem ao relento. Enfim, essa é a cara do Brasil.

Não inventei nada! Todas essas licitações foram publicadas no Diário Oficial.

==============================================================

Retirado de: Luizhenrique.com

Penedo

Relaxante e muito bom o feriado que passamos em Penedo. Fomos ao Parque Nacional de Itatiaia, passeamos por Penedo e fotografei bastante! E como da outra vez, ao invés de encontrar um frio delicioso, sol! Voltei camarão só de caminhar no Parque e de um pouquinho de piscina da pousada.
O mais legal, foi que o Matheus nos surpreendeu e se comportou bem, seja na viagem com quase 2 horas no carro e até mesmo na cidade e o fato de dormir em outro lugar que não seja ou na nossa casa ou na da avó.

Velocímetro

Bom, devo juntar a conta (já grande) que a maldita Confiauto me deu, quando comprei o bolinha: O velocímetro, o hodômetro dele quebrou… Com isso fiquei sem ter como marcar o quanto estou andando com o carro. Hoje fui pesquisar os preços para reparo ou compra de um novo. Um reparo (se possível) está saindo em torno de R$ 90,00. Já a compra de um sistema novo: R$200,00!!!

Falta de tempo

Eita que há algum tempo não escrevo alguns rabiscos aqui, porém devem me dar um desconto, porque os últimos dias foram mais corridos devido a troca de emprego.
Por falar nele, tudo ótimo. A nova empresa (globo.com) é ótima e me fez trabalhar de volta em um setor que adoro que são as empresas “.com”.
Até quarta-feira ainda tive esperanças do meu antigo chefe me dar uma contra-proposta para que eu ficasse no antigo emprego, porém logo de manhã quando acessei minha conta e vi que minha rescisão já tinha sido depositada, vi que não daria para ficar com os dois empregos… É… eu estava planejando ficar nos dois, sei que seria mais hardcore, porém seria por pouco tempo e por uma boa causa…
Na mesma quarta, comprei as primeiras peças da minha nova máquina: Processador Athlon XP 3000+ 939; Placa mãe Asus A8V-X e uma fonte de 450W para aguentar a nova criança.
No mesmo dia (É…. Quarta-feira foi um dia cheio) compramos uma “pequena” mala para podermos passar esse feriadão em Penedo. Ontem, de manhã cedo, levei a Soraya e Matheus para Penedo, chegamos quase próximo do almoço, almocei com eles e voltei para o RJ para trabalhar a noite. Hoje quando levantar, volto para Penedo. É… sei que esse vai e volta sai mais caro e cansativo, mas nem estava planejado de eu ficar a partir de hoje lá, porém, ganhei uma folga no serviço e com isso vou poder aproveitar 3 dias longe da cidade grande… (Estou precisando!)
Por falar em Penedo, a viagem é mais longa (aproximadamente quase duas horas, dependendo do pé do motorista) e mais cara, já que são dois pedágios de R$7,50 (um para ir e outro pra volta), porém devo confessar que esses R$15,00 de minha pessoa, são bem gastos já que a Dutra em quase sua totalidade está praticamente um seda e muito bem sinalizada. Nota 10!